{{ content.logo.text }}

  • {{searchSuggestions.title}}

weAR: uma nova geração de instruções do usuário na palma da sua mão

weAR: uma nova geração de instruções do usuário na palma da sua mão

weAR é uma startup italiana que produz plataformas digitais voltadas à criação de manuais de usuário inovadores. Esses podem ser visualizados em smartphones, tablets e com óculos inteligentes, oferecendo experiências de usuário avançadas a partir do uso de Realidade Aumentada e Mista.

{{item.title}}

Qualquer peça de tecnologia, maquinário ou mesmo mobiliário "faça você mesmo" (em inglês, “Do It Yourself” ou DIY ) comumente vêm com manual de instruções. Esses manuais já existem há bastante tempo e variam de livros longos e complexos a simples folhetos de duas páginas. Hoje em dia, tecnologias complexas exigem mais instruções e versões de manuais de solução de problemas para treinar indivíduos e funcionários. Tamanha é a complexidade de algumas dessas instruções que os usuários de muitas indústrias (especialmente técnicos que usam máquinas e dispositivos eletrônicos avançados) tinham que passar horas lendo-os para aprender a lidar com novas ferramentas.

A medida que a Indústria 4.0 se desenvolve, a digitalização de qualquer componente dos prÀ ocessos industriais tradicionais torna-se mais fácil. Por isso, novas tecnologias ajudam a otimizar o modo como as empresas treinam seus funcionários. Tim O’Reilly, fundador da O’Reilly Media, afirma: “Cada vez mais as pessoas gastam tempo em aplicativos e sites sociais com uma interface bastante simples”. Aproveitando essa ideia e tecnologias para tornar os manuais mais fáceis de usar para residências, fábricas e outras indústrias, poderíamos preencher, definitivamente, a lacuna entre o mundo real e o digital. Isso é exatamente o que a PME (Pequena e Média Empresas) italiana weAR está tentando fazer.

 

Quebrando as barreiras do Realidade Aumentada (RA)

A weAR foi fundada em 2014 por Emanuele Borasio, diante da necessidade de investir na Indústria 4.0 e mudar a forma como interagimos com os manuais do usuário. A empresa desenvolve uma plataforma digital que permite a criação de “manuais digitais inteligentes”, visualizáveis em smartphones, tablets e “smart glasses”. Tais manuais oferecem experiências de usuário avançadas, graças ao uso de Realidade Aumentada (RA) e Realidade Mista (RM). Com o apoio de uma equipe de acadêmicos multidisciplinares especializados em visão computacional (sensoriamento remoto), a empresa criou um produto fácil de usar e vital para qualquer negócio.

 

“Os inovadores abrem novas maneiras de fazer as coisas: são exploradores que abrem novos mundos e mercados, como os colonizadores do século 15
Emanuele Borasio, CEO e fundador da weAR Srl

 

De acordo com Borasio, “Um estudo da Technavio mostrou que o mercado de Manutenção, Reparo e Operação (MRO) valerá 774 bilhões de dólares estadunidenses, até 2020.” Borasio viu aí uma oportunidade e escolheu este mercado como o principal cliente da weAR. Ele acrescenta que “um dos principais usos de nossa tecnologia está relacionado ao suporte de atividades de manutenção”, enquanto a tecnologia “visa manter (ou restaurar) um objeto em um estado onde ele possa desempenhar sua função exigida”. Uma melhor compreensão de como usar e consertar itens lhes dá uma vida útil mais longa, um fator importante na luta por um futuro de menos desperdício e sustentável.

A fim de aumentar a produtividade do negócio, reduzir erros e otimizar o treinamento da equipe, a weAR criou a MARKO, uma plataforma de nuvem orientada a processos e completamente sem código que usa a Realidade Aumentada como suporte visual para tarefas de manutenção. Borasio diz: “a MARKO foi adotada por vários ‘players’ internacionais no setor de energia e manufatura, com grandes benefícios no tempo, precisão de execução, simplicidade de uso e intuição se comparado com instruções tradicionais em papel e na tela”. A plataforma MARKO trabalha lado a lado com o aplicativo “AR/MR Experience”, que conecta usuários em mundos digitais e físicos, simplificando a curva de aprendizado quando se trata do uso de certos produtos.

 

 “A inovação precisa ser definida e pactuada em cada organização, garantindo que todos estejam alinhados. Se assim não for, corremos o risco de perder de vista nosso foco principal e os resultados desejad
Emanuele Borasio, CEO e fundador da weAR Srl

 

Um futuro brilhante para a weAR ao lado da Enel

Na Enel, temos a oportunidade de trabalhar com a weAR desde 2015, quando a empresa lançou o MARKO MVP. Vimos a plataforma crescer em primeira mão, pois melhorou o produto, tornando-o mais fácil de usar, e tem pessoal qualificado, na Itália, para testá-lo em circunstâncias reais. Ao longo dos anos, a weAR tem pressionado constantemente para resolver desafios reais na indústria. Além disso, Borasio diz que, “graças à Enel, que nos últimos anos se tornou um grande Grupo Internacional, temos sido capazes de oferecer nosso software em outros países da Europa e, também, na América do Sul”.

À medida que a tecnologia de Realidade Aumentada avança, a weAR se mantém atualizada com o mercado atual e as necessidades dos clientes. Borasio explica: “nossos clientes solicitam um‘ gêmeo digital ’de seus produtos para sobrepor camadas de conteúdo (provenientes de várias fontes de informação, como sistemas IoT e EPR). Esses programas exigem que desenvolvamos atividades de manutenção preditiva, o que levou a equipe a procurar novas soluções para melhorar a experiência do usuário da plataforma e aumentar seu potencial ”. É por isso que a weAR está agora criando um novo software que pode mudar de uma simples realidade aumentada para uma realidade mista, sobrepondo os gêmeos digitais dos clientes diretamente em produtos reais, fornecendo um valor agregado à experiência do usuário.

Junto conosco da Enel, a weAr participa do próximo “Consumer Electronics Show 2020”, onde interage com outros participantes da indústria e identifica novas tecnologias que serão incluídas em seu software. À medida que a empresa deixa sua marca no ecossistema de inovação, transformando os processos tradicionais, estamos entusiasmados por ela estar trabalhando ao nosso lado em busca de um futuro mais sustentável.